Páginas

sábado, 12 de julho de 2008

Um dia de Furia...

Hoje já briquei com o marido,com as bicicletas de Amsterdam,com a Maria,mais uma vez com a Maria até dei umas chineladas nelas depois,dela ter acabado,com um tubo de tinta,todo em cima de uma pagina que eu estava terminando...
Como explicar tanta furia vindo de lugar nenhum,um ódio inesplicavél uma vontade de matar um e depois se matar credoooooooooooo...
Fiz essa pag a mtoooooooooo tempo atrás exatamente num desses dias.
Na pagina usei muita tinta acrilica,pra dar a impressão de confusão que sinto nesses dias as cores fortes e a tpm com relevo pra dar o sangue que vem logo depois da explosão de FURIA.
As caveirinhas é a raiva que sinto por ser dominada por esse monstro chamada TPM. Obrigada pela visita e bom fim de semana.
Bjs

6 comentários:

Cristina Tronco disse...

oi edna!!!
não tem como explicar a tpm né????
eu tb sofro muiiitooo!!!

e o pior é que quem esta em volta da gente tb sofre com a nossa alteração de humor... e daí a gente fica pior ainda pq tah fazendo eles mal e entramos num ciclo vicioso interminável!!!!

mas em alguns dias passa (é o nosso único alívio...)
bjus

Adriana M Q Weingart disse...

Nossa, Edna... Tem dias que o dia é noite, mesmo... Mas a página ficou bem legal... ehehe
Minha TPM é meio diferente... fico mais depressiva, chorona, querendo fugir do mundo... Raras vezes estourei...
Mas... vamos vivendo... :D
bjos

Karen Christianne disse...

Eita nóis..rsss... adorei as cores fortes do Lo... transmitiu exatamente o que vc queria...
bjos

Bel Sanz disse...

Muito legal sua pag mostrando o que a TPM, que situaçao de brigar com todo mundo e depois deve vir a depresao por fazer isso ne? Vira um circulo.
Que bom que passa logo.
Besos

Edys Gonçalves disse...

Pra mim não há remédio pra TPM... já tentei de tudo! Mas o bom é saber que passa... kkkkkkkk

Bjinhus

Regiane Torres disse...

Affffffff que eu fico bem nervosa tambem, tenho que me vigiar pra não descontar tudo no marido e nos filhos, fico até com dó depois das broncas sem sentido que dou neles ....